O que significa área de cobertura de telefonia?

O que significa área de cobertura de telefonia?

Flavio Flavio 26 nov 2019

Elas estão espalhadas próximas aos centros urbanos, perto das cidades e cobrem quase todo o perímetro. Estamos falando delas, das antenas de operadoras, que garantem uma cobertura de telefonia e transmitem sinal para todos os usuários.

Antes de escolher uma operadora, é fundamental você saber qual possui mais antenas próximas à sua cidade. É fácil, basta olhar nos diferentes mapas disponíveis nos sites das próprias empresas. Lá você encontra o mapa da área da cobertura – apesar de ser generalizado. Mas afinal, o que é essa tal de área de cobertura de telefonia? Para que ela serve?

Continue acompanhando o post para encontrar a resposta para essa e outras questões! Confira!

Receba Novidades

Cobertura de Telefonia – o que significa?

Os celulares recebem sinais através de ondas eletromagnéticas que são emitidas por uma antena maior localizada próxima às cidades e recebidos pela antena do próprio aparelho móvel. Tal rede de sinais funciona através de células, pois ela é toda dividida e cada aparelho consegue se conectar com elas.

As áreas geográficas que recebem o sinal emitido pelas antenas são denominadas de áreas de cobertura. Pois através desta antena – geralmente mais de uma –, a cidade, centro urbano ou mesmo rural recebe o sinal disponibilizado pela operadora.

E assim o sinal chega nos celulares. Não se esqueça, antes de escolher uma operadora, confira no site a área de cobertura dela. Os pequenos aparelhos celulares se comunicam através das ondas de rádio, e para a chamada poder sem realizada com sucesso, ela passa pela estação base, antes de ser direcionada para o aparelho destino. Um aparelho faz uma chamada, ela é enviada à estação e ela transmite para outro aparelho. Simples, não?

Depende, pois apesar das operadoras cobrirem mais de 80% do perímetro urbano, ainda existem locais que são influenciados pelo relevo, por chuvas, ventos e não recebem o sinal em sua melhor qualidade.

Podem existir uma série de “obstáculos” que dificultam a transmissão do sinal, sejam eles físicos (edifícios, objetos, relevos), climáticos (chuvas, ventos, tempestades) ou mesmo interferência de outras ondas (eletrônicos) e podem influenciar diretamente na comunicação dos usuários. Se algum destes “obstáculos” estiverem no meio do caminho da antena e o aparelho celular, dificilmente o sinal chegará com qualidade.

As rede e antenas: sinais de cobertura

Para emitir os sinais aos aparelhos celulares e gerar uma rede de transmissão, as operadoras necessitam de antenas – geralmente estão localizadas em locais altos, ao redor da cidade –, e para isso, elas são instaladas estrategicamente entre a estação base e o perímetro urbano. Aliás, tudo é uma questão de estratégia e localização para disponibilizar a melhor cobertura aos usuários.

As antenas funcionam como transmissores de sinal. Mas além de sua posição e da estação base, elas precisam emitir uma frequência adequada para o sinal ser de qualidade. De nada adianta a operadora ter muitas antenas espalhadas pela cidade, se não emitem frequências necessárias. Por exemplo, muitas vezes acontece de duas operadoras utilizarem a mesma torre/antena, porém, uma emite sinais de frequência a 700 MHz e a outra 1.800 MHz, e desta maneira, modifica drasticamente a qualidade do sinal e a experiência do usuário.

E não, não é a operadora que emite frequência mais elevadas que é a poderosa, e sim aquelas que utiliza a menor frequência. Com menor frequência, é possível atingir um raio de cobertura muito maior. A rede 4G em 700 MHz consegue atingir locais onde frequências maiores (1.800 MHz, 2.100 Mhz, 2.600 Mhz) não chegam; como é o caso de estacionamentos de shopping, estradas, locais fechados e elevadores.

Em contraponto, as frequências mais elevadas são capazes de atingir um número maior de usuários ao mesmo tempo, já que disponibiliza maior capacidade de sinal. Então o 4G em 2.600 MHz é ideal para lugares onde estão concentradas um grande número de pessoas; como por exemplo em aeroportos, shoppings, centros urbanos, parques e arenas de eventos.

Como saber a área de cobertura da sua operadora?

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) disponibiliza um espaço em seu website ou App para os clientes consultarem onde estão localizadas as antenas das operadora e qual a área de cobertura delas. Para encontrar, você precisa seguir os seguintes passos:

  1. Procure no site ou aplicativo da Anatel por Serviço Móvel e digite o nome da cidade desejada (você pode incluir o bairro e CEP para resultados mais precisos).
  2. No canto superior direito, haverá um menu com o nome de todas as operadoras que atuam no município (você pode buscar por uma específica ou por todas).
  3. Após esses dois primeiros passos, o mapa indicará a localização das antenas e das estações base, sendo que cada ponto representa uma operadora (ao clicar sobre a marcação, serão mostradas cada tecnologia que cada operadora possui, seja 2G, 3G e/ou 4G).

Vale destacar que nem sempre o mapa de cobertura é exato, podem conter interferências externas que dificultam a transmissão. Além disso, você pode notar que alguns pontos podem estar acima de outros, ou mesmo vários podem estar aglomerados. Isso acontece porque as operadoras podem utilizar a mesma torre/antena ao mesmo tempo.

Antes de escolher sua operadora, confira como é a qualidade de cobertura dela na sua cidade!

Receba Novidades

Buscando a melhor cobertura

Seguindo os passos acima você pode encontrar respostas para quais operadoras emitem melhores sinais e uma melhor cobertura na sua cidade, porém, para escolher com qualidade, é preciso pesquisar bastante, tendo em vista que as operadoras de telefonia celular são os principais alvos de reclamações em Procons Municipais.

Então fique atento aos últimos passos de sua operadora, confira em sites especializados as últimas denúncias realizadas por clientes; além disso, lembre-se das “zonas de sombra” (áreas que mesmo dentro da zona de cobertura, não recebem sinais devido alguma interferência).

E lembre-se de perguntar: “Para que eu vou usar meu celular?” Se vai utilizar para fazer chamadas de longa distância, ou para uso diário, para utilizar a rede móvel de internet, para emergências. Isso fará uma grande diferença na escolha da sua operadora.

Continue acompanhando nosso site para encontrar mais dicas, curiosidades e informações sobre o mundo dos celulares!

Pacotes de internet para empresas

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.